A líder do grupo de pesquisa e Técnica em Assuntos Educacionais Débora de Lima Velho Junges, juntamente com Lucas Pereira da Rosa e Amanda Gatti, membros do Gestec, publicaram recentemente o artigo “Youtube e educação matemática: um estudo dos canais especializados em ensinar matemática escolar” na Revista Perspectiva (UFSC).

O artigo é fruto de um projeto de pesquisa que teve como objetivo analisar as principais características dos canais brasileiros do Youtube especializados em transmitir/ensinar conteúdos matemáticos. Para alcançar o objetivo da pesquisa, foram elaborados quatro objetivos específicos que se constituíram a partir de um processo de perguntas acerca do contexto específico da web delimitado pela plataforma Youtube. A fundamentação teórica utilizada no estudo é vinculada a autores que abordam a temática das tecnologias educacionais. No que se refere à metodologia de pesquisa, neste estudo, que lida com dinâmicas relacionais na internet, foi utilizada a netnografia. Para isso, foram elencados os cinco canais brasileiros do Youtube especializados em produzir conteúdos de matemática escolar com maior número de inscritos. Os resultados do estudo apontam que: as estratégias e os recursos utilizados pelos youtubers se assemelham àquelas comumente utilizadas no ensino presencial, fortemente pautadas em aulas ditas como “expositivas”; há uma tendência, no momento do planejamento e elaboração das videoaulas, de que estas não sejam muito longas, variando de 8 a 14 minutos; em canais com maior número de inscritos, a quantidade de comentários é superior e mais distribuída entre as videoaulas; quanto à natureza dos comentários, destacou-se uma grande presença de agradecimentos e de perguntas formuladas que tratavam do conteúdo matemático apresentado; e, por fim, observou-se que a interação dos usuários dos canais entre si e entre os usuários e os responsáveis pelos canais era pouco significativa.

Para saber mais sobre a pesquisa e ler o artigo na íntegra, basta acessar:
https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/view/70781

Ótima leitura!!!




0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *